2 Comentários

Qual o problema do Viber?

Cara, não adianta, não consigo achar o Viber bom. E olha que nem é minha tendência de ser do-contra ou hipster, o que as pessoas podem ser levadas a acreditar por eu não gostar justamente do que elas gostam no aplicativo. Eu realmente não acho o app assim tão bom como seus fãs fazem parecer.

Um dos motivos é essa necessidade de atenção que o Viber tem. Sabe aquele seu amigo que ficava te cutucando no Facebook pra mostrar que ele existe (e na vdd esse amigo é você)? É isso que vejo toda vez que aparece uma notificação de novos stickers, promoção de stickers, receitas com stickers, por favor olhe pra mim não me abandone não me desinstale stickers.

Viber, cara, eu sei que você tá instalado aí. Toda vez que meu celular chora por falta de espaço, você é um dos primeiros apps que eu vejo comendo minha memória. E, mesmo assim, não te desinstalei. Isso deve significar algo. Tenha esperança, um dia você chega lá (acho).

Continue lendo antes de me xingar

Deixe um comentário

A Morte do Parabéns Pra Você

Por motivos de constrangimento, conflitos familiares, do aumento nos divórcios e daquele seu amigo de infância, o bullying, que se manifestava na insinuação de que seu coleguinha casaria, teria dois filhinhos e se separaria daquela moça que morava na rua da padaria e corria atrás de cachorros chamando-os de “bebê”, o “com quem será” foi o primeiro item a cair. De lá pra cá, só piorou.

grafico-parabens-tempo

Continua aí..

Deixe um comentário

Links das Semanas Passadas #3

Olá, criançada! Bela de uma segunda feira fria começando e vocês aí pensando “e agora? o que farei até a hora do almoço?” Pois não temais! Os links da semana passada chegaram! *todos ovaciona*

Na verdade, hoje temos os links das semanas passadas, porque na última segunda feira, contrariando a ordem do universo, não postei links aqui e só consigo imaginar o quanto todos sofreram.

Porém, vamos à procrastinação do dia, pra começar bem a semana.

Passeando pelo Blog dos Crentassos em busca de uma igreja “não só/mas também”.

Agora que a Copa acabou, você sabe o que aconteceu com a Favela Metro?

Também no Crentassos, um bom comentário sobre os atentados envolvendo Israel e Palestina nas ultimas semanas.

Tente não chorar (sério).  Jogador encontra o fantasma do pai em seu X-Box [em inglês]

Nesse momento tenso da nossa democracia defeituosa, surgem pesquisas e enquetes que podem alterar o curso das coisas. No Causas Perdidas, entenda a ilusão das enquetes eleitorais.

Após a contusão do todo poderoso Neymar, nos assustamos com o nacionalismo nazista do futebol brasileiro.

Vejo muita gente que diz não ao feminismo sem nem mesmo saber do que se trata. Esse texto dá algumas ideias. Por que não há mais pessoas se dizendo feministas? [em inglês]

Lembrando que os links aqui encontrados não foram, necessariamente, feitos/escritos/produzidos na semana passada. Como leio muita coisa, ainda estou lendo posts do ano passado e isso reflete aqui. Para assuntos mais recentes, me siga no Twitter!

Deixe um comentário

Dica do Dia: Como Beber Mais ÁGUA!

Você, que tá sempre ouvindo que tem que beber água, mas nunca bebendo, deveria prestar atenção no seguinte: mudanças de hábito podem te influenciar enormemente na quantidade de água bebida por dia.

Trabalho num escritório, passo a maior parte do dia na frente de um notebook e, incrivelmente, não há uma fonte inesgotável de água na minha mesa. Pois é, acho que a culpa é minha de ainda não ter feito uma solicitação, mas os fatos estão aí e é sobre eles que trabalharemos.

Até uns tempos atrás, para beber água, eu teria que levantar da minha mesa, ir até o bebedouro, pegar um copo, enchê-lo, bebê-lo e, se quisesse mais, enchê-lo novamente. Todo mundo sabe que esse não é o melhor cenário para o ser humano que quer manter uma pele saudável e sem celulites.

Um belo dia, porém, estava no trem, com muita sede, e resolvi comprar água mineral da mão de um dos nossos amados ambulantes. Como sou um menino educado, não joguei a garrafinha pela janela, como ditam os padrões (em processo de abandono) da nossa imperfeita sociedade. Coloquei-a na mochila e deixei para fazer a desova na lixeira do trabalho.

Ao chegar, me lembrei que vários colegas fazem o seguinte: deixam uma garrafa de água mineral, vazia, em cima da mesa, para enchê-la quando possível, mantendo um abastecimento frequente para seus corpos sedentos. Me liguei nessa oportunidade e comecei a usar a garrafinha como meu reservatório particular desse líquido sagrado.

O resultado foi incrível: em menos de 8 horas, eu já tinha bebido mais água que em toda a semana anterior! Claro que a frequência com que comparecia ao banheiro, também aumentou consideravelmente. Mas isso também é bom, não é?

Porém, eis que surge um porém.  Você pode clicar aqui pra continuar lendo..

Deixe um comentário

Links da Semana Passada #2 + Uma Dica

Dois posts de links seguidos? Sim. Isso parece até meio vergonhoso. Mas, como aprendi com George Martin e Neil Gaiman, relaxa aí que, quando for pra sair algo novo, vai sair.
Na verdade, quase saiu essa semana. Eu já devo ter falado por aqui sobre meu problema de memória (não lembro) e um dos motivos dele, esse negócio de ficar maquinando tudo na cabeça e acabar não colocando pra fora. Pois bem, é a minha desculpa mais utilizada pelo simples motivo de que é verdade. Vejamos a sexta feira à noite:

Provavelmente enquanto voltava para casa, surgiu, no meu pensamento, um assunto que eu gostaria de discutir por aqui: pessoas querendo mandar nos gostos de outras pessoas. E fiquei esmiuçando esse assunto na minha cabeça, catalogando argumentos e sinônimos, para escrever um post minimamente interessante. Porém, fiz o que todo mundo que escreve (ou tenta) NUNCA deve fazer: pensei “depois eu escrevo isso” e fui dormir.

Pronto, suficiente para passar o sábado inteiro tentando lembrar o assunto. Quando lembrei, já por volta das 21h, não consegui lembrar do que tinha me levado àquele pensamento, quais argumentos eu tinha enumerado, menos ainda dos sinônimos que eu tinha preparado.

Então, crianças, fica a dica: escrevam logo o que se passa por essas suas cabecinhas antes que isso realmente passe.

A propósito, esse texto rodou bastante na minha cabeça e está completamente diferente do que eu tinha planejado. Nem citei a triste derrota que a seleção da Argentina sofreu..

Aos links:

Leia e entenda um pouco mais sobre desigualdade.

O @joaoluisjr explica as 3 grandes falhas discursivas que acontecem quando ele é obrigado a interagir com pessoas desconhecidas ou com quem tem pouca intimidade em ambientes ou momentos de extrema pressão pessoal ou profissional.

Sinta pena do menino que parou de jogar futebol ao tomar 16 ou dezenove gols.

E esse personagem da nova novela da Globo que receberá algo semelhante ao Bolsa Família e deve ser centro de bastante polêmica?

As cidades se virando contra os cidadãos. Isso já até rola no RJ.

E aquele papo de que Facebook tava manipulando todo mundo.. Dá uma olhada nisso aqui.

O @GordoGeek dá ótimas dicas de como e com quem reclamar, em vez de apenas xingar no twitter.

Acredita que a Peppa é considerada feminista e pode ser censurada na Austrália?

E o que afasta as crianças e adolescentes negros da escola?

 

Lembrando que os links aqui apresentados podem ter mais de uma semana de idade, pois semana passada foi quando tive contato com eles.

Deixe um comentário

Links da Semana Passada

Uns tempos atrás, conheci um aplicativo que mudou completamente minha forma de ler a internet: o Pocket. Ele praticamente salva toda uma página, tira as tranqueiras desnecessárias, organiza o texto e manda pro meu celular, além de manter uma cópia no servidor. Recomendo muito fortemente.

Porém, uma das consequências disso é: estou lendo em qualquer tempinho livre, inclusive o que eu usaria pra escrever. E isso reflete aqui no Farofa.

Em vez de ficar chorando em posição fetal enquanto leio mais um post em um dos blogs que sigo, decidi usar isso tudo em favor de todos: postando links que achei interessante durante a semana passada. Mas não de qualquer forma, será na segunda-feira de manhã, para que você possa procrastinar um pouquinho antes de começar sua semana.

Vamos aos destaques:

O Bayer, no Old Dog Cycles, nos lembra que “deixa isso pra lá” pode ser uma boa ideia. (vídeo)

Como pedir uma programadora em casamento? O Vida de Programador pode ajudar. Spoiler: Ela aceitou.

Por que a redução da maioridade penal não resolve os problemas do sistema carcerário? Causas Perdidas dá uma ideia.

História das Coisas (Link do Youtube)


No GAMESFODA, um tapa na cara da sociedade gamística que não consegue jogar aqueles zilhões de jogos comprados na Steam ou no Humble Bundle. (Minha face permanece rubra após o estapeamento.)

“Tem pena de bandido? Leva pra casa!” Um tapa na cara da sociedade em geral. (O texto é longo, mas vale a pena.)

 

IMPORTANTE: Os Links da Semana Passada refletem meu consumo de conteúdo nessa semana, então pode ter alguma coisa bem mais antiga por aí.

4 Comentários

Descobri que viajo no tempo

Dia desses, vendo um aviso qualquer em algum lugar desse mundão, percebi a falta de uma vírgula. Uma falta que faz diferença se você está acostumado a ler as vírgulas de qualquer texto. (Aliás, ainda não consegui compreender como o pessoal usa vírgulas em textos em inglês)

Então, todo dia que eu passava perto desse anúncio, pensava em colocar uma vírgula naquele ponto específico, para acertar o sentido do texto. O mesmo sentido que, mesmo sem vírgula, seria percebido por qualquer um com um conhecimento básico da nossa bela e adorada língua portuguesa. O que não faz muita diferença pra mim, pois tenho princípios de transtorno obsessivo compulsivo por coisas com pouco ou zero sentido (TOCCPZS).

Belo dia pensei “Que se dane! Tascarei uma vírgula neste texto e acabado estará!” Já estava pegando minha caneta para operações especiais de altos, baixos, porém finos riscos quando reparei uma sujeira justamente onde marcaria minha história na existência daquele aviso.

E agora? Continue lendo. 😉