Deixe um comentário

Dica do Dia: Como Beber Mais ÁGUA!

Você, que tá sempre ouvindo que tem que beber água, mas nunca bebendo, deveria prestar atenção no seguinte: mudanças de hábito podem te influenciar enormemente na quantidade de água bebida por dia.

Trabalho num escritório, passo a maior parte do dia na frente de um notebook e, incrivelmente, não há uma fonte inesgotável de água na minha mesa. Pois é, acho que a culpa é minha de ainda não ter feito uma solicitação, mas os fatos estão aí e é sobre eles que trabalharemos.

Até uns tempos atrás, para beber água, eu teria que levantar da minha mesa, ir até o bebedouro, pegar um copo, enchê-lo, bebê-lo e, se quisesse mais, enchê-lo novamente. Todo mundo sabe que esse não é o melhor cenário para o ser humano que quer manter uma pele saudável e sem celulites.

Um belo dia, porém, estava no trem, com muita sede, e resolvi comprar água mineral da mão de um dos nossos amados ambulantes. Como sou um menino educado, não joguei a garrafinha pela janela, como ditam os padrões (em processo de abandono) da nossa imperfeita sociedade. Coloquei-a na mochila e deixei para fazer a desova na lixeira do trabalho.

Ao chegar, me lembrei que vários colegas fazem o seguinte: deixam uma garrafa de água mineral, vazia, em cima da mesa, para enchê-la quando possível, mantendo um abastecimento frequente para seus corpos sedentos. Me liguei nessa oportunidade e comecei a usar a garrafinha como meu reservatório particular desse líquido sagrado.

O resultado foi incrível: em menos de 8 horas, eu já tinha bebido mais água que em toda a semana anterior! Claro que a frequência com que comparecia ao banheiro, também aumentou consideravelmente. Mas isso também é bom, não é?

Porém, eis que surge um porém.  Eu já estava ficando meio bolado com essa coisa de garrafas descartáveis sendo reutilizadas, tendo que trocá-las com certa frequência e talz, então pensei “comprarei uma garrafa legal para substituir essa gambiarra”.

Não precisei. No dia do meu aniversário, ganhei, na Bagaggio, uma bela garrafa verde com bandeira do Brasil e tudo! (não tinha da Argentina..) Claro que fiquei todo feliz e, no dia seguinte, lá estava a garrafa, em cima da mesa, enfeitando o ambiente e guardando, em seu interior metálico, esse líquido que é uma “fonte rica de beleza” segundo o link acima.

garrafa-agua-bagaggio-mineral

Escolha sabiamente!

O problema é que, após um tempo usando essa belezinha, começo a achar que a quantidade consumida de água sofreu uma queda vertiginosa, tal qual as ações das empresas do Eike Batista num passado não tão distante. E isso está começando a me deixa preocupado pois: não quero rugas tão cedo nesse rosto que mamãe um dia já considerou bonito.

Farei uns testes, contabilizarei algumas informações, quebrarei alguns paradigmas e (duvido que) trarei dados e ibagens e gráficos para vocês. Por enquanto, fica a dica:

Altere sua rotina, seu ambiente, até encontrar o ponto que facilite tanto beber água, que não beber seja vergonhoso.

Essa dica funciona para outras coisas também, mas aí não é só trocar umas garrafas ou, como já me ajudou bastante também, beber água após comparecer ao lavabo. Porém você tem essa massa cinza aí acima do seu pescoço que deve servir pra alguma coisa. Pensa um poquinho que você acha algo pra te ajudar.

No mais, que dicas vocês têm pra dar? Coloque nessa caixinha aí embaixo. Pode ser que eu faça um post só para expor seus comentários.

Anúncios

A Farofa Corp. agradece seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: