4 Comentários

Minha Vacilante Relação com Blogs

Eu gosto muito de ler. Provavelmente já falei isso por aqui. Não me acho o cara mais inteligente do mundo por causa disso, nem me orgulho tanto assim porque meu gosto pela leitura não é fruto do meu esforço. Porém, gosto muito de ler.

E se tem algo que eu não consigo parar de ler, são os blogs. Principalmente os blogs mais pessoais, sem um assunto específico, livres, sem preocupações financeiras. Aqueles blogs moleques, que curtem carrinho de rolimã, futebol com trave de chinelo.

O Farofa é fruto desse amor. Aliás, é fruto de dois amores, já que só voltei a blogar por causa da minha futura esposa.

To Blog or Not To Blog

Retirado desse ótimo post que pegou de um site que morreu.

Porém, além de ter blogs onde quase não posto, gosto de ler os blogs alheios. E é aí que o bicho pega, a casa cai, o pinto piu, a mosca na velha e a velha a fiar.

Após entrar em contato com a blogosfera e os amados/odiados feeds, a quantidade de material que cai no meu colo, principalmente após o advento do twitter, é não apenas gigante, mas de alta qualidade.

Ler os textos do Cristiano Machado e cia, do João Luis Jr, do Danilo Fernandes, do Abigobaldo, da galera do Prosa de Crente, da minha própria noiva e de muitas outras pessoas que sigo, além de blogs portais, daqueles bem grandes com textos gigantes, como o Papo de Homem e o Blogueiras Negras, ficou ligeiramente complicado. Quase a mesma coisa que assobiar e chupar cana fazendo embaixadinhas com uma bola de boliche. (Ok, nem tanto..)

Dia desses fiz uma limpeza no meu feedly, que é a ferramenta que uso pra concentrar todos essas fontes, visando diminuir a lista de não lidos. Mesmo assim, tem dias que ela fica por volta de uns 200 posts! Sim, tem os blogs de tirinhas e outros que só postam textos curtos, mas eles são minoria.

A situação complica ainda mais porque só leio no transporte público. Na maioria das vezes é no trem indo pro trabalho. E tem o agravante de estar sempre lotado, o que muitas vezes impede minha leitura. E ainda tenho que dividir esse tempo com livros.

O mais chato é que, por ter um celular muito fraco, não consigo comentar ou compartilhar a maioria das coisas que leio. E isso seria o mínimo pagamento para os produtores do que eu consumo desenfreadamente. Pra ter noção do meu celular, não consigo ler e ouvir música ao mesmo tempo. Então nem compensa um pacote 3G.

Essa parada de compartilhar/comentar acaba enfraquecendo o movimento bloguístico. Afinal, são poucos os que curtem blogar pra ninguém ler. Fora a queda de leitores e escritores por conta de tumblr e facebook..

Enfim, estou pensando em algum jeito de resolver esse meu problema de falta de tempo/celular ruim, principalmente pra poder ler, comentar e compartilhar tudo isso. Também penso em alguma coisa pra ajudar os blogs moleques a se manterem vivos nesse mundo de memes, tirinhas toscas, vídeos desastrados e imagens de 9Gag.

Mas o que importa, no momento, é que se eu te sigo, provavelmente leio e curto o que você escreve. Não pare de blogar. Por favor.

Obrigado.

Anúncios

4 comentários em “Minha Vacilante Relação com Blogs

  1. Excelente post! Valeu por ter lembrado do meu brogue. xD
    Os outros também que foram linkados são muito bons e eu não conhecia a maioria. Espero que eles também se mantenham no ar.
    O mesmo vale pro Farofa. 😀

    Curtir

    • Valeu, cara.

      Tá ~fácio~ pra ninguém, mas a gente consegue se segurar.

      Esse blogs que citei foram só os mais relevantes na minha lista. Ainda tem outros muito bons que nem falei e talz. Mas todos valem a pena.

      E que o Desde91 se permaneça vivo também! o/

      Curtir

  2. Rapaz, se você descobrir a fórmula pra arrumar tempo pra ler e escrever, me conte, estou precisado demais!

    E puxa, fiquei muito feliz pela menção ao Prosa de Crente. Bom saber que alguém ainda lê meu blog querido!

    Curtir

    • Mano, sempre tem gente lendo. Isso é certo. Ainda mais o Prosa, que tem uma frequência boa de posts. O negócio é que nem sempre as pessoas levantam o post/blog com os comentários, shares e talz. E acredito que nem todo mundo realmente acesse os blogs, mesmo lendo por feeds e talz, o que acaba “sumindo” dos analytics e coisas do tipo haha

      O tempo pra ler e escrever, que eu arrumo, é o trem mesmo. Agora que meu celular parou de funcionar, tô colocando os livros físicos em dia. Mas sempre tô lendo bastante coisa lá. Só falta escrever mais hehe

      Curtir

A Farofa Corp. agradece seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: