Deixe um comentário

Quatro Anos!

Quatro anos daquela troca de olhares, daquelas tímidas confissões, daquele andar ao lado, daquele primeiro beijo.

Quatro anos atrás eu te encontrava, me encontrava, me esquecia de mim, conhecia seu ser.

Aqueles momentos de tensão, nervosismo, alegria, relaxamento e certeza de que tudo daria certo.

Você me deu uma chance, se deu uma chance, deu uma chance a nós e nós aproveitamos.

Quatro anos atrás estávamos iniciando algo incrível, gostoso, corajoso: uma caminhada.

Nesses quatro anos, aprendemos, desaprendemos, ensinamos, reaprendemos, esquecemos, lembramos, tentamos, falhamos, conseguimos e aqui estamos.

Duas semanas? Mais. Mais duas semanas? Não, mais. Quatro anos, indo pra mais.

Quatro anos que foram preparação para os próximos quatro. E os quatro depois desses. E mais outros quatro depois desses. E depois. E depois. E depois..

Quatro anos que nos trouxeram até aqui, nos transformaram em quem somos, que prepararam o terreno e a base para quem seremos.

Dúvidas e questionamentos rolaram nesses quatro anos. Serviram para confirmar o que já rolou e o que vem por aí. Certezas sempre estiveram presentes, mesmo que meio escondidas, às vezes.

Quatro anos atrás começamos essa caminhada e, daqui a pouquinho, chegaremos a um marco na estrada, onde nossa forma de caminhar mudará.

Os melhores quatro anos, o melhor princípio de jornada, a melhor companhia, o melhor motivo. Tudo sempre foi o melhor, mesmo na descida da montanha russa.

Quatro anos que trouxeram uma felicidade tão grande que é impossível ficar só com eles. Queremos mais! E teremos.

Passarei todos os anos da minha vida agradecendo por esses quatro anos. Talvez nem sempre com palavras, mas com cada ato que os lembre.

Esse grande show da vida real que estreou quatro anos atrás e não tem data para acabar. Que se manterá na ativa, emocionando cada vez mais, até que a morte venha fechar as cortinas ao som dos aplausos.

Quatro anos que parecem tanto, mas são tão pouco diante de tudo que temos pela frente.

Quatro anos que nem todas as palavras, já faladas ou inéditas, podem descrever. Quatro anos que só podem ser compreendidos por mim, quando os vejo no brilho do seu olhar. E ainda assim, não completamente, pois nem eu mesmo consigo conter esse tempo dentro de mim.

Graças a Deus quatro anos se passaram. Graças a Deus muitos outros virão. Graças a Deus por todos eles.

 

O amor..

Anúncios

A Farofa Corp. agradece seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: