Deixe um comentário

Entre nostalgia e lembranças turvas, Izzy Nobre me faz postar algo!

Mais uma vez eu posto um comentário de algum blog. Não sei o porquê, mas meus comentários, às vezes, crescem bastante e acabam virando um “post” dentro do blog de alguém.

Dessa vez a vítima foi o @IzzyNobre, dono/presidente/deus do Hoje é um Bom Dia. Um cara que você deve seguir no twitter e ler todos seus posts em toda a websfera.

Seu post “Pageviews, homenagens e velhos ídolos” acordou algo em mim que dizia “Que fome saudade!”. Leia-o! Ainda mais que é melhor lê-lo e saber sobre o que estou falando dos que apenas se guiar por minha mente brilhante.

Vai lá, mas não demora. (Não viu o link ali em cima? Clique aqui. <- Ali!)

 

Agora que você já leu o post do Nobre e está pensando “Esses caras são malucos. Do que estão falando?!”, pode ler o meu comentário/post: (se é que você já não leu por lá)

 

Putz! Esse post me levantou uma nostalgia louca!

Não sou dessa época, sou um pouco mais moderno. Comecei a ler e acompanhar blogs por volta de 2003/2004. Até fiz o meu finado Papai Noel de Cueca Azul por aí.

Eu lembro que, por ter aula de informática básica no começo do ensino médio(2003), me deu uma ânsia por aprender como funfava aquilo tudo e me enveredei pelo mundo do HTML. Queria publicar as coisas horrendas que fazia, então pensei “por que não um blog?” E foi assim e assim.

Os famosos dessa época, pelo menos os que eu conhecia, eram o “Corto Cabelo e Pinto”, “Blogando e Andando”, “Bobolhando”, “Outside”, “Quem Matou a Tangerina”, “Ninguém Esperava a Inquisição Espanhola”, entre vários outros que não lembro o nome.

Eu tinha um blog do “Broguiblogs”! (se você lembra, me add o/)

Surgiram com a ideia dos “Nanoblogs”, aqueles blogs muleque de fundo de quintal, e me enfiei naquilo. Quando consegui meu primeiro 100+ de visitas, quase delirei.

De lá pra cá foi caindo o ritmo. Comecei a ficar sem tempo, o pessoal foi desaparecendo, o icq sumiu, os Nanoblogs foram sumindo e, finalmente, o Brogui não conseguiu sustentar os “broguis”.

Perdi o meu, um monte de gente perdeu o seu, tudo que eu tinha de leitores foi para a vala (ah, se o twitter já existisse) e deixei de lado.

Tempos atrás tentei voltar com o “PNCA”, mas não deu muito certo. Abri o “Eis Que Te Falo”, acabou que ele teve um destino diferente da ideia original e, agora, estou tentando colocar o “Farofa Humana” numa posição legal. Mas algo que sempre me assolou desde o primeiro “PNCA” e continua me atrapalhando hoje é a preguiça. Então, não sei quando sai o próximo post.

Em suma, aquilo foi uma época mágica, sinto saudades, mas sigamos em frente. o/

Boa noite.

P.S.: Gostaria de lembrar que todas essas informações são de acordo com a minha memória, que não é lá essas coisas. Então, caso seja encontrado qualquer tipo de erro, mesmo que seja o comentário inteiro, apenas passem por cima e sejam felizes.

 

Anúncios

A Farofa Corp. agradece seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: